SLIDER

Por que criei um novo perfil no Instagram


Faz alguns meses que tenho tentado me encontrar no que faço e essa busca colidiu com muitas questões e estudos que eu vinha fazendo sobre a minha relação com o conteúdo que eu estava produzindo para a internet, e o que mais estava me "afetando" era o meu perfil no Instagram

De todas as respostas, a única que fortalecia a minha sementinha de esperança era tentar me reinventar. Eu acredito que quando o solo não é fértil, a gente precisa transferir o foco da nossa energia e ir em busca de um solo que dê flores e frutos. 

Criei um novo espaço, o @mamafleurs. Tive muita dificuldade de encontrar um nome que não fugisse muito da minha pessoa e sempre que eu gostava de um, ele já estava sendo usado :P Então pensei no meu apelido Mama + Fleurs, que é flores em francês. Neste novo espaço você encontrará elementos do meu universo e não só desenhos, pois eu não sou só uma ilustradora. Tudo aquilo me me cerca e faz parte de quem eu sou acaba refletindo no que faço. Tenho postado as frases que me marcaram no dia, o que ando ouvindo, os filmes e séries que acabei de ver e recomendo, meus estudos... me sinto inspirada em estar criando coisas novas e me descobrindo.

Tomar essa decisão não foi nada fácil, e eu devo uma grande parcela de gratidão pelo apoio e coragem que recebi da Melina, ela fez reacender a luzinha de ânimo que restava em mim. 


Uma coisa leva à outra...

Eu vinha recebendo directs de pessoas que nunca mais haviam recebido meus posts nos feeds delas e elas me perguntavam se eu havia parado de produzir, e não. Eu estava sempre atualizando o Instagram, geralmente 1 vez por dia durante a semana toda. E saber que o que eu estava colocando no mundo não alcançava nem 10% do publico que me seguia, é um pouco frustrante e estressante, ouso dizer que é um pouco opressor. Era chato chato ver que o número de engajamento estava extremamente baixo para uma conta com mais de 50 mil seguidores. E uma coisa que me chocou muito foi ver que em Dezembro de 2017 eu estava beirando os 60k e em Maio de 2018 eu estava com 54k. Parece bobagem, mas a maioria dos meus freelas vêm do Instagram, então isso acaba me afetando diretamente.

Uma seguidora já chegou a me enviar direct dizendo que eu não "dependia do meu perfil" e isso não procede nem um pouco. 50% dos grandes trabalhos que já fiz vieram justamente de lá e a outra metade do meu portfólio. O meu perfil é o meu segundo portfólio, a minha "vitrine" e cartão de visitas. Todo o conteúdo das minhas mídias sociais são pensados e planejados. Afinal, é como nos posicionamos que atraímos novos projetos.

Talvez você se pergunte a razão que me "impedia" direcionar os conteúdos da nova conta para o @imalenaflores, já que tenho muito mais seguidores por lá. Se não me engano, criei o perfil @imalenaflores em 2013 e só comecei usá-lo em 2014. Recebi muitos seguidores que vieram do Tumblr (para quem me conheceu há pouco tempo, em 2011 e 2012 o meu conteúdo era feito 100% para o Tumblr e digamos que a minha página por lá era bem "conhecidazinha" - espero que isso não pareça imodéstia, ostentação ou presunção). Então o meu público foi formado por essas pessoas que me conheceram por lá. Hoje, essas mesmas pessoas já não interagem mais com o meu conteúdo e não me acompanham mais, talvez não se identifiquem - o que é compreensível. E isso é oposto da minha nova conta, que tem um publico que me conheceu recentemente e que realmente deseja receber o meu conteúdo e participar do que faço. 

Estatisticamente e com base nos estudos analíticos que fiz e venho monitorando, o @imalenaflores tem um alcance muito menor comparado ao @mamafleurs, que criei há 1 mês atrás. A ideia é que o @mamafleurs seja o meu perfil principal, mesmo ele tendo muito menos seguidores do que o @imalenaflores. Não penso em abandonar a conta anterior ou coisa do tipo, mas em transformá-la em uma janela para os trabalhos que já fiz e os que pretendo fazer. Portanto, continuarei aparecendo por lá só que numa frequência muito menor.


Hoje, o meu principal objetivo com esta conta nova é focar na parte "social" de verdade, gerar envolvimento dos dois lados. Sei que essa parte dos números infelizmente possui um peso muito grande para os negócios e que seria incrível ter o mesmo tanto de seguidores que tenho no outro perfil, mas como entendo que mesmo com esses números posso não obter os resultados que procuro para a minha marca, estou ajustando o foco para fortalecer bons círculos com as pessoas.

Já recebi e venho recebendo muito apoio de alguns de vocês na minha nova conta, isso me faz sentir acolhida e animada. É muito bom interagir e trocar experiências de uma forma mais intimista e orgânica. Tenho dedicado um tempo do meu dia para participar - de verdade - do Instagram. Gosto de responder os comentários atenciosos e gentis que as pessoas deixam nas minhas fotos e as mensagens que me enviam em modo privado, amo dar "heart" nas fotos dos perfis que acompanho, deixar um comentário positivo para eles e assistir os stories divertidos que fazem.

Não estou nem perto de atingir 5k de seguidores, mas desde quando os números qualificarão o meu conteúdo e trabalho? Eu sei que essa frase "qualidade, não quantidade" é clichê e que você a conhece muito bem, mas ela é verdadeira. Por qual razão eu criei uma nova conta deixando uma com muito mais seguidores para focar em um perfil com bem menos gente? O que você prefere: milhares de seguidores que nunca comentam, interagem ou até mesmo recebem as suas fotos no feed do Instagram ou pessoas que estão animadas e ansiosas para ver o que você andou aprontando e estão genuinamente interessadas no que você tem a dizer? Eu acho que isso responde o motivo pelo qual criei um novo perfil no Instagram: o importante de tudo é conectar pessoas ao que produzimos.

Espero que continuemos juntos por lá e que as marcas que me apoiavam na outra conta também se sintam animadas em me abraçar e colaborar neste novo começo. Tô me descobrindo, experimentando novas ideias e jogando no mundo o melhor de mim. 


Um mini guia de como continuar recebendo no seu feed os posts de quem você gosta (e se conectar de verdade):


Mostre que você se importa. 

Se as pessoas deixam um comentário na sua foto, responda de volta. São essas mesmas pessoas que estão sempre ali apoiando e fomentando os seus sonhos. São elas que deixam mensagens de incentivo e carinho.

Eu tenho MUITA dificuldade de responder todos os comentários que recebo no @imalenaflores, são muitíssimas pessoas interagindo ao mesmo tempo e não tenho como dar conta disso. Já me culpei muito por isso, mas entendo que não posso negligenciar os trabalhos ou pendencias para responder todo mundo, eu não conseguiria interagir com todas as pessoas nem se ficasse 24hs conectada. Quem me acompanha sabe que eu gerencio muitas coisas simultaneamente e eu só agradeço a Deus por me capacitar e dar ajudar até aqui. Então, sempre tiro um fim de semana para ler os comentários e mensagens e tento responder o máximo que posso, sem me sentir pressionada.

Na @prosadecora, é realmente impossível fazer essas coisas, não consigo mesmo e isso me parte o coração. Mas tento ir no perfil da pessoa e deixar um comentário ou um emoji de coraçãozinho, curtir as mensagens delas ou fazer algo que ela perceba que vi o carinho e agradeço por isso. Eu adoraria que todas as pessoas soubessem que elas são muito importantes para mim e que infelizmente eu realmente não consigo dar conta de responder todas elas. :/

Interaja.

Curta e comente. Mostre que você aprecia o conteúdo da pessoa e que ele importa para você. Quanto mais você se torna presente nos perfis que ama, mais os conteúdos dessas pessoas irão aparecer no seu feed, pois o algoritmo entende que essas pessoas são relevantes para você.

Ative as notificações.
Sim, esta é uma forma de não perder nadinha dos seus perfis favoritos. É muito simples: abra o perfil da pessoa > clique nos três pontinhos que estão no canto direito superior > clique em "Ativar as notificações de publicação". Pronto! Toda vez que um post novo foi liberado, você receberá uma mensagem.

Espalhe.

Esta é a minha parte favorita: espalhar perfis que me inspiram. Geralmente faço isso às sextas, no #followfriday. Compartilhar minhas contas favoritas é algo tão presente na minha vida que hora ou outra estou mandando o link do feed para alguém no meu Telegram ou marcando as pessoas nas publicações que amei. Raíssa e Bella estão aí para não me deixar mentir. ;-)

Obrigada por vir e acreditar em mim, obrigada por fomentar a minha arte. Tentei resumir o máximo que pude para que este post não ficasse gigantesco, mas ele ficou imenso! Espero que não tenha ficado nada de fora. Me deixe saber se tudo isso que escrevi não tenha ficado confuso, por favor.

Antes do fim, algumas fotos que fiz para ilustrar o post (e que não posso guardá-las para mim):


Se você quiser saber + sobre o assunto, clica aqui:

The New Instagram Algorithm Has Arrived - Later
Redes Sociais para Artistas - Bianca Nazari

Enfim, é isso. Beijos! ;-*

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores • Theme by Maira G.