SLIDER

Ninhos que abrigam sonhos

30.12.17


Alô, alô vocês que, assim como eu, são apaixonados (e viciados) em agendas/planners! Há poucos dias atrás, a Cícero Papelaria teve a gentileza de me pedir para escolher um dos novos lançamentos da coleção de agendas 2018. Não devo negar que tive um pequeno surto de felicidade, né?! 

Passei 2017 inteirinho sem um planner e confesso que, volta e meia, eu ficava me perguntando se estava esquecendo de algum compromisso muito importante. Anotar tudo no celular é uma mão na roda, mas sabe quando você fica totalmente dependente desse aparelhinho e ele decide morrer, assim de uma hora para a outra? Pois é, foi o que me ocorreu. Perdi contatos, anotações e todas essas coisas que a gente acredita que é impossível deixar ir.

Quando recebi a mensagem do Cícero, não fiquei feliz exclusivamente por saber que teria uma agenda comigo (meu negócio é papel hehe), mas por lembrar que os materiais da marca me acompanham há anos e foi com uma caderneta assinada por ele que eu criei um dos projetos mais importantes da minha vida: a Prosa de Cora. Quem me acompanha há mais tempo, lembra que todas as prosas eram ilustradas à mão e pintadas com aquarela. Eu sentava no chão do quarto ou da sala daqui de casa e desenhava na minha caderneta. 

Sempre tive uma relação muita íntima com o papel, tenho respeito por cada folha e sei o quanto elas são importantes. Cadernos, agendas ou planners são mais que um conjunto de papéis cortados, decorados ou coloridos, são ninhos que abrigam sonhos, segredos, importâncias, verdades, rotinas, alvos... 

Um dia, há um ou dois anos atrás, enviei uns dois e-mails para a central de atendimento da Cícero Papelaria contando que a Prosa de Cora nasceu no "ninho" deles e o quanto eu era grata por isso. Não sei se alguém leu ou os e-mails se perderam no caminho. Por isso que a alegria foi grande com esse encontro no finalzinho de 2017. Foi uma serendipidade, que bom!


Não preciso dizer que foi uma tarefa e tanto escolher uma agenda, já que todas são muito bonitas e caprichadas. Okay. Não seria eu se não existisse uma florzinha de nada em algum detalhe, então optei pela estampa botânica. Flores habitam em mim, meu nome não nega hehe. 


A agenda é diária, com a capa dura em wire-o (eu prefiro assim para diferenciar dos meus sketchbooks que são no formato brochura), com os cantos bem arredondados e com uma bolsa para colocar cartões, post its, bilhetes e etc. U-hu!


Tem calendário com as fases da lua e com as semanas numeradas, tudo em tom de cinza. Adorei que o detalhe dos furos são redondos, ganhou o meu coração. 


O miolo é diário (1 dia é correspondido por uma página). 


Para quem já ama (e também para quem ainda não conhece) a Cícero Papelaria e desejam acompanhar a marca nas redes sociais é só dar um clique: loja + facebook + instagram. Ah, quem tiver interesse em uma agenda igualzinha a minha é só vir aqui

Que os próximos dias sejam floridos e cheirosos para nós. ;-)

Ei, este não é um publi-post, okay? E mesmo que fosse, a minha opinião é sempre verdadeira. 

Oito apps de fotografia analógica

28.12.17


HUJI Cam ~ ★★★★★

É o hit da timeline do Instagram. Adoro o estilo mais "forte" que ele possui, deixa as imagens com o contraste e a saturação mais rasgadas, que lembra as fotografias dos anos 90. Se você quiser que as pessoas te encham de directs perguntando qual é o nome do app que você usou, baixe ele e comece usar imediatamente. 

Gudak ~ ★★★★★

Meu favorito e que uso bastante. Ele reproduz uma câmera analógica de verdade! Possui 24 filmes que você pode usar, quando eles acabam você tem que esperar por 1 hora até que eles sejam repostos. Além disso, as 24 poses só serão reveladas após três dias. Diferente do HUJI, você não consegue ver a foto que acabou de fazer, precisa esperar 72 horas. Isso é fantástico! Outra coisa que adoro é que as fotos vêm dentro de um envelope que lembra bastante os que a gente recebia quando revelava um filme analógico. É muito realista. Vale a pena o investimento (ele é pago).

Calla ~ ★★★☆☆

Ele é mais para aplicação de filtros, possui vários efeitos bacanas. Não uso muito, mas é uma alternativa do dois anteriores.

Dalgona  ~ ★★★★☆

Amigo do HUJI, este é um aplicativo de edição de fotos pago com apenas 6 filtros. Pode parecer pouco, mas são os melhores filtros que você venera. Uma outra coisa que considero importante mencionar é que não dá para mudar a intensidade dos filtros, só clicar neles e pronto. O Dalgona vai direto ao ponto: faz o que promete. E ó, esse é o aplicativo secreto de vários famosinhos do Instagram. 

Glitch Art ~ ★★★★☆

Glitch em alemão significa deslizar, então é basicamente aquele efeito de quando o filme queima. Eu particularmente gosto dessa estética "erradinha", me lembra as fotos do We Heart It.

Glitché e Glitch Cam ~ ★★★★★

Esses são mais dois famigerados entre os influenciadores digitais. Um é o irmão do outro e ambos possuem várias funções legais que dá para passar um tempão explorando.  

8mm ~ ★★★★★

Ah, como eu amo esse app! Simplesmente encantador. Quando posto vídeos gravados com ele lá nas minhas stories do Instagram, chove directs do pessoal querendo saber como reproduzir os efeitos. É batata! Ele também é pago, mas vale cada centavo.

RAD VHS  ~ ★★★★★

Depois do 8mm, este é um dos melhores aplicativos de vídeo que imita uma câmera retrô. Ele é cheio de filtros e funções maravilhosas.

Ufa, acho que é isso! Imaginei que escreveria bem menos, o meu mal de ser prolixa ainda não foi totalmente vencido hehe. Espero que tenha gostado e que esta lista tenha sido útil. Dois beijos. ;-**

Pequenos prazeres da vida

16.12.17


Existem coisas bem simples que podem deixar o dia da gente mais leve e gostoso. De tão descomplicadas que são, acabamos esquecendo que elas existem e causam um efeito agradável. Este post é um lembrete dos pequenos prazeres da vida.

01. Cantar alto e desafinado enquanto toma banho, de preferência escolher um repertório bem antigo; 
02. Ficar 10 minutos debruçado na janela da sala olhando para a vista e criando histórias de como as casas, os prédios, as árvores e as nuvens seriam se fossem seres animados; 
03. Assistir um filme predileto da época da infância enquanto come pipoca de panela; 
04. Apostar com um amigo quem faz a maior bola de chiclete; 
05. Rir até chorar e dizer "ai ai" no fim da risada; 
06. Fazer/comprar o seu lanche favorito;
07. Escrever num diário como foi o seu dia e escondê-lo num lugar seguro; 
08. Andar assoviando com as mãos no bolso; 
09. Deixar um bilhete carinhoso entre as coisas de alguém;
10. Comprar um CD físico e se sentir muito cool e vintage por estar fazendo isso; 
11. Antes de ler um livro, dar uma olhada na última frase da última folha (alta aventura); 
12. Colocar uma música em outro idioma no modo repeat até conseguir cantá-la; 
13. Elogiar alguém e observar como essa pessoa reage ao elogio; 
14. Comer fruta direto do pé; 
15. Começar um caderno de frases inspiradoras, nem que seja no Evernote; 
16. Fazer bolhas de sabão; 
17. Apostar com um amigo quem consegue ficar mais tempo sem piscar os olhos; 
18. Criar playlists temáticas; 
19. Comer Passatempo contornando o desenho; 
20. Abrir o app do mapa e viajar nele durante um tempão (adoro fazer isso); 
21. Observar formigas ou outros insetos; 
22. Ficar olhando para o céu estrelado até o pescoço doer; 
23. Ligar para alguém e jogar conversa fora por horas e horas; 
24. Assinar o nome em produtos de catálogos que você adoraria comprar; 
25. Apontar os lápis até ficarem com as pontas grandes e finas; 
26. Escrever ou desenhar algo no espelho quando ele estiver embaçado; 
27. Jogar xadrez com alguém; 
28. Raspar a panela de brigadeiro; 
29. Lembrar de situações engraçadas e rir disso até parecer um bobo por completo; 
30. Tentar criar uma assinatura do seu nome de diversas maneiras. 

Oh, freebie: Não sei se isso te deixa animado ou coisa do tipo, mas eu adoro baixar wallpapers para o meu celular. Ilustrei três wallpapers para você fazer o download e personalizar o seu aparelho. Se for usar, tira uma foto e me envia ou me marca lá no Instagram, vou adorar ver!


Wallpaper I ~ Wallpaper II ~ Wallpaper III


A felicidade habita nos detalhes. Quais outros pequenos prazeres da vida que te deixam feliz? Compartilha comigo.

Não canso de ouvir • Um

8.12.17


Heart's Content ~ Brandi Carlile

Tenho quase certeza que essa música faz parte da trilha sonora de algum filme, não sei... Só sei que se eu tivesse o álbum físico, ele já estaria furado há muito tempo. Não canso de ouvir essa faixa, ela é simplesmente apaixonante.


Saltwater ~ Geowulf

Adoro essa música em cada mínimo detalhe. Melhor que ela, só as capas dos EPs da Geowulf.


You ~ Dodie

Graças à Melina Souza, a Dodie foi a minha melhor descoberta de 2017. Me apaixonei tanto que já estou lendo até autobiografia dela: "Secrets of the mad".


Lisztomania ~ Phoenix

Impossível ouvir e não querer sair balançando os ombrinhos por aí.


Pumped Up Kicks ~ Foster The People

Ainda sobre músicas dançantes, temos esta que é muito gostosinha de cantar também. Não dá para ouvir apenas uma vez.


Oh, bônus: Kiss Me ~ Sixpence None The Richer

Bem Sessão da Tarde, né? Fez parte da infância e adolescência de muitos de nós, quem lembra do filme She's All That (Ela é Demais) e You Again (Você de Novo)? Nostalgia é a palavra.



Você já conhecia e gosta de alguma dessas músicas que listei aqui? Qual? Vou adorar saber o que não sai do seu modo repeat. ;-)

Sem promessas e sem cobranças

2.12.17

Eu... enfim, sei quem eu era, quando me levantei hoje de manhã, mas acho que já me transformei várias vezes desde então.
- Alice no País das Maravilhas
Nunca desejei fechar o blog, essa ideia me parece cruel. Hiatos fazem parte, eles são necessários. Não me sinto confortável em sentar e escrever por escrever, por pura obrigação, não é verdadeiro. Prefiro poucos posts (sinceros) que várias publicações vazias para preencher espaços.

É engraçado estar aqui, quase sete anos depois, fazendo a mesma coisa que eu fazia quando decidi criar a Temporada das Flores. O encantamento, a dedicação e o carinho são os mesmos. Muitas coisas mudaram, não só em relação a este espaço como também a mim (por dento e por fora). E essas transformações ficam evidentes em como a gente se comporta, encara a vida e diz. Seria preocupante não ter mudado, estagnamento não combina com crescimento. Este novo layout registra aqui uma nova fase da minha vida e, de longe, é o avesso de quem eu era quando tinha 17 anos. Sei que na posteridade vou olhar para tudo isso com o mesmo carinho que hoje olho para trás. Às vezes penso: não deveria ter feito isso ou aquilo, mas tudo é aprendizado, não é? Todo jardineiro têm as mãos calejadas. Marcas são experiências. Sem promessas e sem cobranças. As (nossas) flores  desabrocham no tempo certo, por qual razão complicar as coisas? Estou animada.

Que possamos sempre caminhar juntinhos e você perceba que tudo isso é feito com um monte de amor para você. Obrigada por adentrar e fazer morada. Obrigada, principalmente, por ser paciente comigo e não desistir do blog.

Ei você, essa colagem delicada que ilustra o post foi feita pela minha irmã, Amanda Celeste.
© Temporada das Flores • Theme by Maira G.