SLIDER

50 COISAS SOBRE MIM

21.7.16


1. Às vezes, fico pensando no quão engraçado é viver na Terra. Saber que ela está "solta" no espaço, que estamos em constante movimento e a gravidade nos "segura" é incrível e, ao mesmo tempo, assustador. Penso ainda mais na estranheza de ser bem pequena comparada a uma árvore, por exemplo, e que somos muito miúdos diante da vida. 

2. Quando era menor, eu tinha um mapa das estrelas. Cresci e perdi, daí me encontrei na vida quando soube que existem apps fantásticos que me dão resultados ainda mais satisfatórios.

3. Sou fascinada por tudo que envolve o Universo. É um assunto que, sempre que posso, sento para estudar mais um pouquinho. ♥ Você sabia que para contarmos 100 bilhões de estrelas levaríamos, no mínimo, uns 3.171 anos? Ah, isso se contássemos uma por segundo, 24h por dia!

4. Meu sonho, desde criança, é ter um telescópio. Ainda não tive capital para promover tal coisa, pois os telescópios comuns não são tão legais quanto outros mais sofisticados (que dão para ver mais do que as estrelas). 

ESTRELAS

17.7.16


Gosto de ouvir músicas serenas para dormir. Me serve como sonífero. É um hábito bastante antigo. Painho costuma dizer que quando eu era bebê, ele me colocava para dormir com plano de fundo musical. Fui crescendo e não cabendo mais no colo dele, daí passei, por conta própria, a ligar o rádio, depois o MP4 e, atualmente, o celular para cantar para eu dormir. Me acalma. 

Comecei a montar uma playlist para esta finalidade, bem no estilo dos programas de rádio que a gente ouve tarde da noite, sabe? Só que com o meu toque, é claro. De The Temptations até John Mayer.

UM PASSO DE CADA VEZ

11.7.16


Uma hora ou outra, a gente vai precisar tirar todas as roupas do armário e pendurar, uma a uma, no varal. Remover o cheiro de mofo, tomar banho de sol e destruir, sem dó, os terríveis ácaros. Também chegará o dia de lavar os joelhos ralados, estancar o sangue e esperar, pacientemente, que eles sejam cicatrizados. E nessa questão da cicatrização, seja ela demorada ou veloz, é importante lembrar que coçar está totalmente fora de cogitação. Além de abrir porta para bactérias, a ferida volta à exposição, o que retarda a cura.

A poeira acumulada debaixo do tapete, queira ou não, haverá de prejudicar todas as vias e a circulação do ar vital para pulmões sensíveis. Sacudir o tapete lá fora e tratar de manter a casa em harmonia é tarefa que exige fôlego, ô se exige. Coragem é a palavra e deveríamos estampar isso em letras brancas, em bold, naquela camisa preta. Coragem, dona Maria! Coragem, seu João! Coragem.
© Temporada das Flores • Theme by Maira G.