1/11/2016

DO LATIM: AMICITATE


Você já se perguntou qual o motivo de algumas amizades não durarem tanto tempo nos nossos dias que na época dos nossos pais? Meu pai, por exemplo, tem os mesmos amigos há mais de duas décadas! Isso é incrível!

Acabamos nos (mal) acostumando a conversar cada vez mais de forma virtual que pessoal. É certo que há muitas pessoas que trocam e postam mensagens significativas, vamos concordar. Passamos mais tempo na frente de um celular/computador do que com outra pessoa. Em certos casos, toda essa tecnologia faz aparentar que uma amizade é muito mais forte do que ela é de verdade.

A Despertai!, Nº1 2016 destacou a seguinte frase de um jovem chamado Brian, de 22 anos: "Comecei a perceber que era sempre eu que mandava uma mensagem para meus amigos perguntando se eles estavam bem. Daí eu parei de fazer isso para ver se eles entrariam em contato comigo. E, sabe, bem poucos fizeram isso. Deu para ver que alguns deles não eram tão amigos assim." Essa frase mexeu muito comigo, pois já me aconteceu o mesmo. Acredito que, infelizmente, te tenha ocorrido também. 

Listei alguns pontos importantes para fixarmos na mente e no coração:

1. Identificar quem é nosso amigo de verdade é importante. Provérbios 18:24 diz que um amigo verdadeiro é leal e "se apega mais do que um irmão." Precisamos fazer uma auto-avaliação: somos um bom amigo? Estamos sendo leais? Quais dos meus amigos virtuais possuem qualidades assim? O que eles diriam sobre mim? Leia Filipenses 2:4.

2. É comum fazermos amizades on-line com pessoas que tenham gostos parecidos com os nossos. Além de ter gostos semelhantes, é mais considerável que os princípios sobre o que é certo e significante na vida sejam similares também. Você pode não ter muitos amigos, mas os poucos que estiverem ao seu lado precisam te ajudar a ser uma pessoa melhor. Leia Provérbios 13:21.

As redes sociais melhoram as amizades quando já temos (fora dela) algum vínculo ou aproximação com alguém. Neste ponto, ela serve como uma ponte para mantermos contato com outras pessoas que já conhecemos. 

3. Conversar olhando nos olhos é incomparável a uma conversa limitada por caracteres. Quando fazemos isso, conseguimos perceber mudança de voz, expressões faciais e a linguagem corporal que diz mais que palavras. Leia 1 Tessalonicenses 2:17.

4. Vez ou outra, acabo comentando por aqui e acolá sobre a importância de escrever cartas. Sempre acreditei que quando nos dispomos a escrever para alguém da forma que nossos avós e bisas faziam, estamos deixando por escrito nas entrelinhas o tamanho do nosso apreço. Não há nada mais íntimo que a nossa letra. Escrever uma carta é dar atenção total. A psicóloga Sherry Turkle citou um jovem, em um dos seus livros, que nunca tinha recebido uma carta de alguém. Ele disse: "Eu não vivi naquela época, mas mesmo assim sinto saudade dela." Sentiu vontade de escrever para alguém? Te convidei, em um post, a fazer isso. Clique aqui.

Destaco aqui, mais uma vez, uma segunda frase extraordinária que li em A Despertai!, Nº1 2016: "Uma amizade verdadeira envolve mais do que apenas manter contato. Bons amigos precisam demonstrar qualidades como amor, empatia, paciência e perdão. São essas qualidades que fazem uma amizade realmente valer a pena." Confira Filipenses 2:4; Provérbios 13:20 e 1 Tessalonicenses 2:17.

Quero deixar aqui a segunda melhor (na minha opinião) composição de Carole King, na voz de James Taylor, meu cantor favorito. ♥


Estou tentando ser uma amiga melhor, todos os dias.

Malena Flores

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall