SLIDER

HORA DO CHÁ

30.1.16


Fui convidada para participar do Projeto Ilustra, juntamente com outras queridas ilustradoras. A proposta colaborativa consiste, basicamente, em preparar um publicação ilustrada para cada último dia de cada mês, seguindo um tema escolhido por votação dentro do próprio grupo. Para início de conversa, "hora do chá (ou café)" foi o tópico mais votado dentre outras opções para o mês de Janeiro e aqui está a minha primeira participação.

Vamos conversar um pouco sobre chás, impressões, ilustrações e técnicas, certo?

CADÊ OS BONS MODOS DA NOSSA GERAÇÃO?

16.1.16


Toda pessoa, em algum momento da vida, aprendeu que gentileza é de graça e não faz mal. No início da vida escolar, os pais (no primeiro momento) e os professores (no segundo) norteiam os caminhos que a criança precisa trilhar. Isso vale para todos, até para meu avó que não foi alfabetizado e sabe muito bem disso. Acontece que, não sei se é a pressa ou qualquer outra razão, mas uma coisa é notória e causa espanto: cadê os bons modos da nossa geração?

Volta e meia, estou publicando no Twitter o quanto é cansativo lidar, todos os dias, com pessoas que esquecem que "bom dia/tarde/noite, licença, obrigado(a) e por favor" não custam caro e nem causam dor de barriga. Me espanta saber que alguns que tiveram a oportunidade de frequentar uma universidade não praticam o básico: gentileza. "Nietzsche já dizia que quem aumenta em conhecimento, aumenta em arrogância." Bem lembrado, Anderson C. Sandes! Quem nunca frequentou uma escola, às vezes, dá um banho de educação em muita gente graduada e quadradinha, é o que painho sempre diz e nisso não vejo nenhuma mentira.

DO LATIM: AMICITATE

11.1.16


Você já se perguntou qual o motivo de algumas amizades não durarem tanto tempo nos nossos dias que na época dos nossos pais? Meu pai, por exemplo, tem os mesmos amigos há mais de duas décadas! Isso é incrível!

Acabamos nos (mal) acostumando a conversar cada vez mais de forma virtual que pessoal. É certo que há muitas pessoas que trocam e postam mensagens significativas, vamos concordar. Passamos mais tempo na frente de um celular/computador do que com outra pessoa. Em certos casos, toda essa tecnologia faz aparentar que uma amizade é muito mais forte do que ela é de verdade.

NÓS PODEMOS

6.1.16


"Eu seria feliz se estivesse morando em outro país..." Muitas pessoas atribuem todo peso para a felicidade nas circunstâncias e isso é muito comum. A boa notícia é que a felicidade está mais relacionada às nossas atitudes que às circunstâncias. Por quê? Porque a nossa atitude pode ser controlada por nós, desigualmente das circunstâncias, que não temos nenhum tipo de controle.

Muitas vezes, temos o pensamento errôneo que para sermos felizes precisamos de bens materiais ou qualquer outra coisa que agregue valor e status. Ao contrário dessa falsa filosofia, é mais feliz quem sabe dominar suas atitudes e age de modo sábio independente das circunstâncias.

MIUDEZAS

3.1.16


Há um ano, comecei a ler um livro sobre apreciar as miudezas da vida. Era uma lista e tanto! Vira e mexe, gosto de postar uma frase ou outra nas redes sociais sobre a importância de valorizarmos esses pequenos prazeres que nos fazem tão bem (e que nem custam tanto).

Este é um post para trazer à memória tudo aquilo que há de bom por aí e, que sem querer, acabamos esquecendo. Uma enumeração descomplicada em forma de prosa. Ela não tem fim, você precisará me ajudar a dar sequência, combinado?
© Temporada das Flores • Theme by Maira G.