2/14/2015

HÁ VIZINHOS TERRÁQUEOS LÁ FORA



Um universo tão vasto que nem mesmo os instrumentos de medidas mais precisos conseguem traçar uma linha reta do início ao fim. E nós, somos tão pequenos que nem mesmo podemos ser comparados a poeira espacial. "Quem mediu a água do mar com as conchas das mãos ou mediu o céu com os dedos? Quem, usando uma vasilha, calculou quanta terra existe no mundo inteiro ou pesou as montanhas e os morros numa balança?" (Isaías 40:12, Nova Tradução na Linguagem de Hoje) 

Quem sou eu? Quem é você? A nossa vida está girando em torno do que (ou de quem)? No meio de tanto caos, acabamos soterrados em tanta bagunça pessoal acumulada e - até - esquecemos que lá fora também há habitantes terráqueos. Sacode a poeira, coloca as roupas no varal e lava esse rosto. Acorda para a realidade! Dentro do nosso casulo há conforto, podemos ser o que queremos e fazer o que for conveniente e agradável. Mas esse é um protótipo de vida tão pequeno e individualista que até dá claustrofobia. 


"Se formar na faculdade, ter um emprego legal, a casa dos sonhos e uma família feliz. Tá... E aí? Não consigo me imaginar com uma vida de contentamento tão raso e planos tão superficiais. Algo dentro de mim me diz que fui chamado para algo maior, para espalhar esperança e amor aos que precisam. Posso pensar em mim mas também penso no meu semelhante que está ao lado e muitas vezes, vivendo de restos. Todos fomos chamados para algo melhor. Para propósitos eternos, e não terrenos." (João Bertoni)

Assisti esse vídeo no Canal do João e não pude deixar de compartilhá-lo aqui. Cada mudança, mínima que seja, pode ser algo extraordinário para alguém e até transformar a visão de mundo que essa pessoa construiu com as pecinhas que lhe foram oferecidas ao longo da estrada. Temos o amor nas mãos, cabe a nós ofertá-lo ou não, é uma escolha. 

A poeira espacial é justamente a matéria que preenche o espaço, forma nuvens interestelares, nebulosas... Por menor que cada partícula seja, ela continua exercendo a sua função: brilhando. Não deixe que o seu brilho seja ofuscado pelo egoismo. A noite só é bonita porque as estrelas e os astros agem em grupo. Apenas o Sol tem brilho próprio e o Sol é Deus.

(Foto: João Bertoni)

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall