2/08/2015

FLANNEL GRAPH



Ontem, tive a doçura e alegria em conhecer Flannel Graph, uma união da cantora e compositora Shayla Smith e o guitarrista Leon Gregório, ambos de Kalispeel, Montana. Letras poéticas e "banhadas" ao folk acústico e indie. Com sonoridade de piano, ukulele e escaleta. Na medida certa.


O EP Five Foot Three, primeiro álbum lançado em Dezembro de 2013, encontrou ninho em meu coração. Ele foi produzido por Shayla em seu estúdio caseiro e todas as cinco faixas fazem uma expedição íntima através de alguns personagens bíblicos.


A faixa, como o mesmo título do álbum, é uma das minhas favoritas. A letra expressa a nossa pequeneza diante de um Criador que possui toda água do oceano, o mundo na palma da mão, a Terra em um mapa e uma voz capaz de direcionar e mover montanhas. Nós, que temos a altura limitada, não podemos oferecer muito a Deus além de nós mesmos. 

"E eu sou apenas uma menina que não tem nenhum diamantes ou pérolas."


Além de toda poesia de Five Foot Three, Saints Out Of Sailors é, igualmente, extremamente linda. Não consigo expressar por meio de palavras a profundidade desta canção. Ela fala sobre a escuridão e tormenta que o mar oferece, de um Deus que "transforma marinheiros em santos" e da tranquilidade que há no cuidado do Bom Pastor. Diante das dificuldades, haverá sempre (nEle) um pasto verdejante para descansar, essa é uma certeza que temos através do amor dEle por nós que está na Palavra.


"Eu não vou desistir de Ti, pois a Tua âncora ainda me mantém."

Flannel Graph lançou recentemente, em Setembro de 2014, o novo álbum, intitulado como Ribs of Adam (Costela de Adão). O qual, achei a arte da capa (que abre esse post) extremamente linda, leve e criativa. Clique aqui para conferir.

Espero que tenham gostado da indicação musical e que aproveitem bastante cada canção e o que elas transmitem. Os álbuns estão disponíveis e no Spotify para quem desejar salvar. Outra coisa, o EP está disponível para download aqui.

Quem tiver músicas/cantores/bandas para indicar é só deixar nos comentários.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall