1/02/2015

A ÂNCORA, O CAPITÃO E O RECOMEÇO



"Havia uma âncora no fundo do Rio do Passado que mantinha meu coração preso em algo.
Eu havia jogado a âncora no lugar errado, por não esperar a ordem do Capitão.
Mas eu não queria estar ali, enquanto as águas do Presente corriam sob meu barco estagnado.
E então houve choro.
Houve arrependimento.
E esperança.
Eu comecei a me sentir diferente, enquanto a corrente se desprendia da âncora.
Era o Capitão trabalhando ali, e eu sabia disso.
Meu barco estava livre da âncora.
Eu estava livre do passado.
O rumo agora é a Ilha do Futuro.
É lá que existe o tesouro preparado pelo Capitão.
É Ele quem prepara tesouros para os navegantes.
É Ele quem os conduz até Sua recompensa.
E além de recompensador e guiar, Ele é um ótimo Carpinteiro.
Reformar barcos e corações velhos é Sua especialidade!
Meu Capitão? Deus!
Meu barco frágil agora é um navio forte.
No convés há fé, esperança, amor.
O Capitão pensou em tudo!
Icei as velas.
Já posso sentir a brisa do recomeço."

Por Anderson Abreu
Foto: Gabriela Ferreira

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall