12/07/2014

DEUS É DEUS O TEMPO TODO


É muito fácil reclamar quando tudo, aparentemente, parece estar perdido e quando encontramos portas fechadas à nossa frente. Surgem as questões, os medos e inseguranças. Ficamos tão vulneráveis quanto um grão de areia diante da imensidão do mar. O inimigo usa várias ferramentas para tentar fazer com que venhamos culpar a Deus pelos problemas que enfrentamos. Um exemplo muito claro destas tentativas dele é o caso de fiel servo de Deus: Jó. Ele viveu cerca de 3.600 anos atrás e era um homem de coração bom. 

"Aí O SENHOR disse: - Você notou o meu servo Jó? No mundo inteiro não há ninguém tão bom e honesto como ele. Ele Me teme e procura não fazer nada que seja errado." Jó 1:8, Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

Satanás viu que Jó era fiel e temente a Deus e ele quis, de todas as formas, fazer com que aquele bom homem se voltasse contra O SENHOR. O objetivo do diabo era desafiar a soberania do SENHOR, ele alegou de que os humanos não serviam a Deus por "amor" e sim por egoísmo. Diante disso, Satanás questionou que Jó só era fiel a Deus pelo fato de que ele recebia bênçãos dos Céus. Em outras palavras, ele quis dizer que Jó "amava" a Deus porque ganhava algo em troca. Alegou ainda que se Jó perdesse tudo não iria mais ser tão fiel assim ao SENHOR. Visto que isso envolvia a motivação de Jó, Deus permitiu que o inimigo o provasse. Assim, o amor de Jó a Deus - ou a ausência dele - ficaria claramente demonstrado.

Como o inimigo é muito ousado, tentou sem demora a Jó de diversas maneiras. Os seus animais foram roubados e outros mortos e os dez filhos de Jó morreram numa forte tempestade. Apesar de todo este sofrimento e perda, Jó não atribuiu a Deus algo impróprio e nem pecou. (Jó 1:22) E não parou por aí! Satanás fez com que Jó ficasse doente, achando que se a dor fosse em sua própria pele (física), que aí sim, ele se revoltaria contra Deus. Diante disso, Jó declarou firmemente: "Até eu expirar não removerei de mim a minha integridade." (Jó 27:5)

Jó não sabia que quem estava causando as suas aflições era o inimigo. Não sabendo do desafio que o diabo havia lançado contra a soberania de Deus, Jó temia que Deus fosse o causador dos seus problemas. (Jó 6:4; 16:11-14) Ainda assim, manteve-se íntegro. E o seu proceder fiel provou que a alegação de Satanás, de que ele servia a Deus por razões egoístas, era falsa! Esta fidelidade forneceu a Deus uma resposta muito poderosa ao desafio insultante do inimigo. Jó era de fato amigo de Deus, e Ele o recompensou pelo seu bom proceder. (Jó 42:12-17)


Não estamos isentos dos problemas. É um fato a existência deles. Jesus declarou que no mundo nós teríamos aflições. "No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo." (João 16:33b, Nova tradução na Linguagem de Hoje) Devemos ter coragem, não tem como fugirmos das aflições, pois quem atualmente governa o mundo é Satanás. Não devemos temer, nunca. (2 Coríntios 4:4) 

Quando passarmos por momentos complicados não devemos argumentar a Deus e nem culpá-lO, muito menos questionarmos se Ele está perto ou longe de nós. Muitas pessoas até declaram: "Parece que Deus não lembra mais de mim, se é que Ele existe!". Frases como esta, ditas em momentos de fraqueza, trazem tristeza para o coração de Deus. Este tipo de atitude demonstra aquele insulto que Satanás fez sobre a soberania de Deus e o "falso" amor das pessoas para com Ele: amam apenas quando recebem bênçãos em troca, em momentos felizes. Nos momentos mais sombrios Deus faz-Se presente e permanece ao nosso lado. E nós, permanecemos firmes na fé quando estamos enfrentando dificuldades ou apenas fraquejamos?

Que venhamos tomar o exemplo de Jó, que era tão vulnerável quanto nós. E perdeu tudo que tinha de valor, sofreu enfermidade e muitas outras aflições, e ainda assim, manteve-se íntegro e fiel. As lutas existem, sim. Nos momentos mais difíceis devemos buscar a Deus e não questioná-lO. Não sofremos mais do que podemos suportar. Deus É Deus em todo tempo e Ele cuida de nós, Ele nos ama. Quando vivemos de um modo puro e amoroso que agrada ao Senhor Jesus, nós ajudamos a refutar as acusações falsas de Satanás. Que nossas ações demonstrem que somos amigos de Deus, amando a Ele em todo tempo, na alegria e da tristeza, na saúde e na doença... Até o fim deste sistema corrupto.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall