11/14/2014

SOBRE SEMENTES, PÃO E RIQUEZAS ESPIRITUAIS



Hoje é o meu dia de estudo bíblico. Na verdade, seria amanhã, estudo às sextas, mas transferimos para hoje porque a senhora que me instrui irá viajar. Começamos às 15hs, então, nos preparamos com antecipação. Enfim. Antes de começarmos, peguei o meu computador e vim atualizar e programar alguns posts. O Facebook me notificou uma mensagem: 

"E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra." (2 Coríntios 9:8)

Já li este versículo várias outras vezes. Mas, por algum motivo, hoje, ele ficou claro para mim. Anteriormente eu não entendia o que Ele significada de fato. Entendia apenas que a Graça de Deus seria abundante. Mas qual Graça e em que área especificamente? Fui até a versão NTLH e reli em outras palavras, de forma mais “aberta”. Meu pai sempre nos diz que não devemos ler um versículo solto e não entender o que aquele capítulo está informando, para que não caíamos nesta “roubada” de interpretar do nosso jeito, mas no contexto real do texto. Era apenas o versículo 8 de 2 Coríntios 9, li até o 15.

As sementes, o pão e as riquezas que Paulo refere-se e destina aos cristãos da Judeia não são materiais e/ou literais. Ele está instruindo sobre as generosas bênçãos que Deus provê para que a Obra da Evangelização seja realizada com sucesso. Nós estamos de mãos vazias diante do Pai, porém, quando Ele sonda nossos corações e reais intensões em servir, Ele nos capacita e nos fornece os materiais adequados para que realizemos este serviço sem que nada nos falte. Quais ferramentas são estas? Podemos sinalizar o conhecimento espiritual que nos é fornecido através da Bíblia. Quando dedicamos o nosso tempo ao crescimento espiritual por ler, meditar e praticar os ensinamentos bíblicos, estamos acrescentando “um pontinho a mais” para que a nossa fé esteja firmada. Investir o nosso tempo em absorver e transferir conhecimento para nossos irmãos (da fé ou não) é bastante significante. Pois estamos lhes oferecendo a oportunidade de terem a salvação e a vida eterna que somente Cristo pode dar. Somos apenas “jardineiros”, por assim dizer. Fazemos o nosso papel que é de extrema importância, mas é Deus quem dá o crescimento. Imagina só a alegria de quem recebe esta Semente (o Evangelho) e o que ela pode fazer na vida de alguém?! 

Não permita que as lutas e as circunstâncias diárias o impeçam de exercer a função pela qual você foi convocado em Marcos 16:15. As mesmas mãos que criaram e firmaram os céus são as mesmas que te capacitam abundantemente para que, no Dia, haja uma grande colheita. Estamos vivendo os últimos dias, precisamos levar as Boas Novas com urgência, pois breve será.

"Agradeçamos a Deus o presente que Ele nos dá, um presente que palavras não podem descrever."

Considere: 1 Coríntios 3:21-23 e 2 Coríntios 2:9-15.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall