11/28/2014

É UMA QUESTÃO DE EQUILÍBRIO


Faz algum tempo, não sei exatamente quando, que encontrei uma nota antiga, amassada, bonita. Um Cruzeiro. Fora de uso, não me servirá para ir à padaria do centro e pedir o pão de sempre. Perdeu o valor, ficou apenas o papel. Enfim. Hoje, estudei sobre ser um seguidor de Jesus. Talvez você se pergunte: "Não estávamos falando sobre dinheiro?". Me permita mais um pouco da sua nobre atenção.

Estive lendo e estudando sobre um moço que recebeu um convite muito importante de Cristo há uns 2.000 anos atrás. (Leia Marcos 10:17-31) Um jovem muito estimado que tinha três coisas que a maioria das pessoas desejariam possuir (e até cobiçam): juventude, riqueza e poder. Além disso, e muito mais elogiável, ele havia ouvido falar sobre Jesus e gostou de tudo aquilo que ficou sabendo. A maioria dos homens poderosos daquela época não davam tanto valor a Cristo ou O respeitavam. (João 7:48; 12:42) A Bíblia relata que "Quando Jesus estava saindo de viagem, um homem veio correndo, ajoelhou-se na frente dEle e perguntou: — Bom Mestre, o que devo fazer para conseguir a vida eterna?" (Marcos 10:17, Nova Tradução na Linguagem de Hoje). Observe que aquele rapaz desejava muito falar com Jesus e correu ao encontro dEle e ajoelhou-se respeitosamente, demonstrando respeito. Geralmente, as pessoas de poder não agiam assim, porém, os mais humildes e pobres. Jesus tinha apreço por estas qualidades e olhou para aquele jovem com amor. (Marcos 10:21)

Jesus mostrou que Deus deixou informações a respeito da obtenção da vida eterna. Chamou atenção para as Escrituras e o jovem afirmou seguir dedicadamente a Lei Mosaica. Porém, algo lhe faltava, Cristo enxergou além do óbvio. (João 2:25) "Falta mais uma coisa para você fazer: vá, venda tudo o que tem e dê o dinheiro aos pobres e assim você terá riquezas no céu.." Erroneamente, algumas pessoas anunciam que para ser salvo é preciso ser pobre, mas isso é uma grande engano. Jesus estava ensinando e referindo-Se a algo muito mais importante.

Para evidenciar o que estava faltando naquele rapaz, Jesus o convidou a ser Seu seguidor. O Filho do Todo-Poderoso estava convidando pessoalmente alguém para segui-lO! Porém, aquele jovem governante não agarrou aquela oportunidade. Ele entristeceu-se quando ouviu isso e seguiu seu rumo, pois tinha muitas propriedades. Sem dúvidas, ele gostava da vida de autoridade e admiração. O que lhe faltava era amor genuíno por Cristo e por Jeová. Por não possuir esse amor, Ele recusou o melhor e maior convite de toda a sua vida.  


"E continuou, dizendo a todos: — Prestem atenção! Tenham cuidado com todo tipo de avareza porque a verdadeira vida de uma pessoa não depende das coisas que ela tem, mesmo que sejam muitas." (Lucas‬ ‭12‬:‭15‬, Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

Não é preciso ser pobre para ser amigo de Deus. Muitas vezes, colocamos as riquezas e bens materiais à frente da nossa vida espiritual e depositamos nossa confiança em seres inanimados. Valorizamos muito mais o efêmero do que aquilo que não tem fim. Recusamos viver uma vida "leve" para fazermos parte dos holofotes do mundo e, assim, não perder o brilho. Deus não deseja que sejamos apagados, pobres ou inferiores. Ele apenas almeja que Seus servos estejam dispostos a amar e buscar primeiramente o Reino e fazer disso um lema.

"A sabedoria é melhor do que o dinheiro. A vantagem da sabedoria é que ela conserva a vida da gente." Eclesiastes 7:12, Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

Que em nosso coração haja o que faltava naquele homem citado acima: amor pelo Pai e pelo Filho. Quando se ama, todas as outras coisas perdem o valor. Que o dinheiro, fama, prestígios, glória, riquezas, poderes e/ou qualquer outra coisa atraente não encontrem espaço em nosso ser para reinarem. Que venhamos fazer uso da moeda de modo sábio e prudente. Que o nosso maior capital seja servir fielmente a Cristo Jesus. O dinheiro pode comprar muitas coisas, menos a vida eterna, isso, só Deus, por meio de Jesus, pode nos oferecer gratuitamente. 

"E Jesus disse aos discípulos: — Se alguém quer ser Meu seguidor, esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como Eu vou morrer e Me acompanhe. Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira. O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira? Pois não há nada que poderá pagar para ter de volta essa vida." Mateus 16:24-26, Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

Malena Flores

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall