10/14/2014

STRAY


Costumo ouvir músicas todos os dias. Gosto de anotar o nome daquelas que chamam a minha atenção para ouvir novamente ou até mesmo para compartilhar na fanpage. Faz tempo que venho ouvindo "Stray" do The Assemblie, ela está inclusa na playlist "Calming Christian" do Spotify. Gosto do conjunto desta canção, desde a forma com que as vozes se encaixam suavemente até a profundidade da letra. Ela fala sobre a nossa condição diante de Cristo: somos tão pequenos, sujos e indignos de quaisquer atos de misericórdia Divina e, em meio a nossa bagunça interior, Jesus vem e consegue trazer de volta inocência e beleza. 


“Tu me viste em meu pior momento / Quando eu pensava que toda a minha esperança estava perdida / Tu tinhas visto o melhor de mim / E ainda que eu tenha caído / Tu vês o valor que há em mim / Nunca entenderei / Estou tão agradecido que as novas misericórdias sobem como o Sol da manhã / Estou tão agradecido por Tu nunca ter desistido de mim / Por favor, aproxime-Se / Tu sabes que o meu coração tende a desviar / Mistério de todos os mistérios / O que fizeste em meu coração / Uma vez manchado pelo pecado e vergonha / Tu restauraste a inocência / Por que eu tenho esta segunda chance? / Nunca saberei / Tu deves ser maior e eu devo ser menor / Tu podes tomar esta bagunça e torna-la bonita, torna-la nova / Que esta seja a minha encruzilhada / Onde a fé e a ação se encontrem / Onde olhando para o passado provarei que Tu És fiel a Deus / E se eu aprendi uma coisa / É que Tu És bom / Sim, Tu És bom...” (Tradução livre)

Entre as inúmeras mensagens que "Stray" consegue transmitir, quero sinalizar apenas uma que nos diz que não importa o tamanho do pecado que já cometemos, sempre teremos uma segunda chance. Deus não fica lembrando do que já fizemos de errado, se nos arrependermos verdadeiramente, Ele nos perdoará e apagará tudo. Isso é amor. (Isaías 43:25) Não merecemos tamanha compaixão e jamais entenderemos a profundidade do quão somos especiais e importantes para Ele. Apesar de tudo, Jeová não desistiu de cumprir o Seu propósito em relação a Terra e a humanidade. (Isaías 46:9-11; 55:11) Como bom pastor, Jesus busca as ovelhas que acabaram, por alguma razão, desviando dos Seus passos. (João 10:1-21) 

"Todos nós éramos como ovelhas que se haviam perdido; cada um de nós seguia o seu próprio caminho." Isaías 53:6, Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

O mínimo que podemos fazer é corresponder tudo isso da forma mais pura e intensa possível. E no final, é simples: seja verdadeiro consigo mesmo. Tente não pintar as paredes de fora se a casa estiver suja por dentro. Tire o pó, sacuda o tapete. Às vezes ácaros ficam escondidos em lugares que você sequer notou. Coloque as roupas no varal para tomar banho de sol, isso evitará espirros. A verdade é uma só, você sabe disso.

*

Ps¹.: Fiz esta ilustração em momento de caos, desejei transferir a bagunça que havia em minha mente para o meu bloco de notas (depois acabei rasgando a folha, nada estava me agradando). Quando tudo passou, pude perceber que, de alguma forma, havia beleza ali.

Ps².: Uma curiosidade sobre o vídeo: ele foi gravado em um corredor (o Kris, Lane e Jeremy acharam que a sonoridade que o ambiente oferecia era muito boa) usando apenas um iPhone. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall