9/23/2014

UM DEUS PINTOR E ATÉ POETA


"Onde está Deus?" No cheiro, no pólen, nas pétalas e no desabrochar de uma flor. No movimento das nuvens, no cair ritmado da chuva e nas cores do arco-íris. Nas ondas do mar que beijam a areia, nos cardumes, no som que as águas produzem. Ele está no nascer e no findar do dia. Na calmaria da brisa e do orvalho das primeiras horas.

Ele faz-se presente no canto dos pássaros, no bater imperceptível das asas do Beija-Flor, na serenata da Cigarra. No vento que balança a cortina de forma serena e desbravada. No quentinho de um abraço ou no vão entre duas mãos que se seguram. Deus está no sorriso de uma criança, no piscar dos olhos e silentes orações. Nas notas e vibrações de um instrumento musical, nas partituras de uma canção que toca no íntimo, no cheiro de aconchego e nas linhas da Bíblia. 

Ele está presente na alegria e na tristeza. Na saúde e na doença. Na riqueza e na pobreza. Ele permanece fiel, te oferece amor que não tem ponto final e respeita cada decisão sua (até aquelas que não fazem parte do que Ele sonhou para você). Além da morte.

Nas veias que marcam o seu corpo como se fossem linhas de um mapa, no Cruzeiro do Sul e na Lua. No aquarelar do céu quando o Sol embarca no trem das 17h (ou 18h, são sei). No voo de uma pipa de papel de seda, no catavento, nos átomos. No pulsar do seu coração e no ato de respirar, ali Ele está.

Quando enviou Seu Primogênito ao mundo em favor do nosso resgate, no batismo, no partir do Pão e do beber do Vinho. Nas curas, nos milagres, na anunciação do Reino. No amor que fez com que O Senhor Jesus Cristo suportasse os pregos, os espinhos, os insultos e os cuspes. Ele esteve no terceiro dia e está no Seu Santo Trono aguardando o momento ideal.

Ele está em tudo que há de mais singelo, puro, aceitável e elogiável. No amor, pois Ele É o Amor. Deus está do seu lado direito, segurando a sua mão e lhe transmitindo tranquilidade durante todos os dias. Ele só não está longe de você. 


"Ouço a chuva forte na varanda contando sobre alguém que é amor, declarando que o Sol e a Lua são partes de um quadro de um Pintor. A mudança de estação no ano revela mais que a vinda do calor, pois com sua regularidade afirma existir um Criador. Como eu não havia enxergado que pela natureza ouço o murmurar de um Deus Pintor e até Poeta que faz declarações de amor? Cada nova estrela é um poema escrito lá no céu por meu Senhor, que nas noites frias de inverno me traz palavras quentes de amor." 
(Letra: Lucas Iglesias / Música: Gabriel Iglesias)

*Esta foto (da abertura do post) foi feita em uma ruazinha perto da casa dos meus avós. Fiquei namorando essas flores (que parecem ser de papel, mas são de verdade) e não consegui resistir, registrei em um click. O mais interessante é que elas existem em uma infinidade de cores diferentes (foi o que vovó disse).

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall