5/04/2014

PERFEIÇÃO DEMAIS


Leitura em: Gênesis 1:1-21
"Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e Sua natureza divina têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis;" Romanos 1:20
  O centro de recuperação para dependentes químicos no qual trabalho está cercado por uma natureza exuberante. É um lugar muito agradável. Em alguns momentos aproveito para caminhar entre as árvores e contemplar tão bonito ambiente. Num dia desses, ao olhar para uma árvore frondosa, provavelmente centenária, alguém que estava comigo comentou: “É perfeição demais para ser fruto do acaso ou de uma simples explosão!”. Concordei com ele. Por detrás de tudo isso existe um Deus. Não uma divindade criada a partir da imaginação humana, mas Alguém para o qual não existe impossível. Ele pode chamar coisas à existência a partir do nada. Ele não criou tudo de qualquer forma: toda Sua criação ficou muito boa.
   Diante dessa realidade deveríamos ter a mesma atitude que o compositor do hino que diz: 
“Senhor, Meu Deus, quando eu maravilhado contemplo a Tua imensa criação; o céu e a terra, os vastos oceanos, fico a pensar em Tua perfeição. Então minha alma canta a Ti, Senhor: Grandioso és Tu, grandioso és Tu!”. 
  Infelizmente muitas pessoas não param para contemplar a maravilhosa criação de Deus e muito menos o glorificam por ela. Em Romanos 1:21, em continuidade ao versículo em destaque, o apóstolo Paulo escreveu: “porque, tendo conhecido a Deus, não O glorificaram como Deus, nem Lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se.”
  Como você está vivendo? Você tem parado para contemplar a boa criação de Deus? Aproveite para fazê-lo neste dia. E não deixe de glorificar a Deus por tudo aquilo que Ele fez. Ele merece nosso louvor. Não há outro deus igual ao nosso Deus!

***

MP. (O Pão Diário) | Foto por Malena Flores
Todos os versículos estão na Nova Versão Internacional (NVI)




© Temporada das Flores
Maira Gall