3/23/2014

COMO VIVER DE UM MODO QUE AGRADE A DEUS



  Que tipo de pessoa você escolheria como amigo ou amiga? Com certeza, gostaria de ter a companhia de alguém que tivesse os mesmos conceitos, interesses e valores que você. Além disso, você se sentiria atraído a uma pessoa que tivesse qualidades excelentes, como honestidade e bondade.
  Ao longo da História, Deus escolheu certos humanos como amigos achegados. Por exemplo, ele chamou Abraão de amigo. (Isaías 41:8;Tiago 2:23) Deus referiu-se a Davi como ‘homem agradável ao seu coração’, visto que ele era o tipo de pessoa que Jeová ama. (Atos 13:22) E Jeová considerava o profeta Daniel “alguém muito desejável”. — Daniel 9:23.
  Por que Jeová considerava Abraão, Davi e Daniel como amigos seus? Bem, Ele disse a Abraão: “Escutaste a minha voz.” (Gênesis 22:18) Portanto, Jeová se achega aos que fazem humildemente o que ele lhes pede. “Obedecei à minha voz”, disse ele aos israelitas, “e eu vou tornar-me vosso Deus, e vós mesmos vos tornareis meu povo”. (Jeremias 7:23) Se obedecer a Jeová, você também poderá tornar-se amigo dEle!

JEOVÁ FORTALECE SEUS AMIGOS
  Pense no que significa ter amizade com Deus. A Bíblia diz que Jeová procura oportunidades “Pois os olhos do SENHOR estão atentos sobre toda a terra para fortalecer aqueles que Lhe dedicam totalmente o coração”. (2 Crônicas 16:9, Nova Versão Internacional) Como Jeová pode mostrar Sua força a seu favor? Uma das maneiras é mencionada no Salmo 32:8, onde lemos: 
O SENHOR Deus me disse: “Eu lhe ensinarei o caminho por onde você deve ir; Eu vou guiá-lo e orientá-lo." (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)
  Que comovente expressão dos cuidados de Jeová! Ele lhe dará as necessárias instruções e o protegerá à medida que as colocar em prática. Deus deseja ajudá-lo a ser bem-sucedido em provações e testes. (Salmo 55:22) Portanto, se você servir a Jeová de coração pleno, poderá ter a mesma confiança do salmista, que disse: “Pus constantemente a Jeová diante de mim. Porque Ele está à minha direita, nunca serei abalado.” (Salmo 16:8; 63:8) De fato, Jeová pode ajudá-lo a viver de um modo que agrade a Ele. Mas, como sabe, existe um inimigo de Deus que não quer que você faça isso.

O DESAFIO DE SATANÁS
  O Diabo, desafiou a soberania de Deus. Ele acusou Deus de ter mentido e insinuou que Jeová foi injusto em não permitir que Adão e Eva decidissem por si mesmos o que é certo e o que é errado. Depois que Adão e Eva pecaram, e à medida que a Terra passou a ser povoada por seus descendentes, Satanás questionou a motivação de todos os humanos. ‘As pessoas não servem a Deus por amor’, alegou ele. ‘Dê-me uma chance e eu porei qualquer pessoa contra Deus.’ O relato sobre Jó mostra que era nisso que Satanás acreditava. Quem foi Jó, e como ficou envolvido no desafio de Satanás?
  Jó viveu cerca de 3.600 anos atrás. Era um homem bom, pois Jeová disse: ‘No mundo inteiro não há ninguém tão bom e honesto como ele.’ (Jó 1:8) Deus se agradava de Jó.
  Satanás questionou a motivação de Jó servir a Deus. Ele disse a Jeová: “Tu não deixas que nenhum mal aconteça a ele, à sua família e a tudo o que ele tem. Abençoas tudo o que Jó faz, e no país inteiro ele é o homem que tem mais cabeças de gado.Mas, se tirares tudo o que é dele, verás que ele Te amaldiçoará sem nenhum respeito.” — Jó 1:10, 11 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)
  Desse modo, Satanás argumentou que Jó servia a Deus só por causa das coisas que recebia em troca. O Diabo alegou também que, se Jó fosse provado, ele se voltaria contra Deus. Como Jeová reagiu ao desafio de Satanás? Visto que a questão envolvia a motivação de Jó, Jeová permitiu que Satanás o provasse. Assim, o amor de Jó a Deus — ou a falta dele — ficaria claramente demonstrado.

JÓ É PROVADO
  Sem demora, Satanás provou Jó de várias maneiras. Alguns dos seus animais foram roubados e outros foram mortos. A maioria dos seus servos foram assassinados. Isso resultou em dificuldade econômica. Outra tragédia se abateu quando os dez filhos de Jó morreram numa forte tempestade. Apesar desses eventos terríveis, porém, “Jó não pecou, nem atribuiu a Deus algo impróprio”. — Jó 1:22
  Satanás não desistiu. Ele deve ter pensado que, embora Jó pudesse suportar a perda de seus bens, servos e filhos, ele se revoltaria contra Deus se ficasse doente. Jeová permitiu que Satanás atacasse Jó com uma doença repulsiva e dolorosa. Mas nem isso fez com que Jó perdesse a fé em Deus. Em vez disso, ele declarou enfaticamente: “Minha integridade não negarei jamais, até a morte.” — Jó 27:5b, Nova Versão Internacional.
  Jó não sabia que o causador de suas aflições era Satanás. Não sabendo dos detalhes do desafio que o Diabo havia lançado contra a soberania de Jeová, Jó temia que Deus fosse o causador de seus problemas. (Jó 6:4; 16:11-14) Ainda assim, manteve sua integridade a Jeová. E seu proceder fiel provou que a alegação de Satanás, de que ele servia a Deus por razões egoístas, era falsa!
  A fidelidade de Jó forneceu a Jeová uma resposta poderosa ao desafio insultante de Satanás. Jó era realmente amigo de Jeová, e este o recompensou pelo seu proceder fiel. — Jó 42:12-17.

COMO VOCÊ ESTÁ ENVOLVIDO?
  A questão da integridade a Deus, levantada por Satanás, não se limitou a Jó. Você também está envolvido. Isso é indicado claramente em Provérbios 27:11, onde a Palavra de Jeová diz: “Seja sábio, meu filho, e traga alegria ao meu coração; poderei então responder a quem Me desprezar.” (Nova Versão Internacional) Essas palavras, escritas centenas de anos depois da morte de Jó, mostram que Satanás ainda zombava de Deus e acusava Seus servos. Quando vivemos de um modo que agrada a Jeová, nós na realidade ajudamos a refutar as acusações falsas de Satanás, alegrando assim o coração de Deus. O que você acha disso? Não seria maravilhoso ajudar a refutar as calúnias do diabo, mesmo que isso envolva fazer certas mudanças na sua vida?
  Note que Satanás disse: “Tudo o que o homem tem dará pela sua alma.” (Jó 2:4) Por dizer “o homem”, Satanás deixou claro que sua acusação não se aplicava apenas a Jó, mas a todos os seres humanos. Esse é um ponto muito importante. Satanás questiona a sua integridade a Deus. Ele gostaria que você desobedecesse a Deus e abandonasse o proceder correto ao surgirem dificuldades. Como Satanás talvez tente conseguir isso?
  Satanás usa vários métodos para tentar afastar as pessoas de Deus. Por um lado, ele ataca “como leão que ruge, procurando a quem devorar”. (1 Pedro 5:8) Assim, pode-se ver a influência dele quando amigos, parentes ou outros se opõem aos seus esforços de estudar a Bíblia e pôr em prática o que aprende. (João 15:19, 20) 

 NOTA:  Isso não significa que aqueles que se opõem a você estejam sendo controlados pessoalmente por Satanás. Mas ele é o deus deste sistema mundial, e o mundo inteiro está em seu poder. (2 Coríntios 4:4; 1 João 5:19) Portanto, é de esperar que levar uma vida de temor a Deus seja um proceder impopular e que alguns se oponham a você.

  Por outro lado, “Satanás persiste em transformar-se em anjo de luz”. (2 Coríntios 11:14) Ele pode usar meios sutis para desencaminhar você e seduzi-lo a deixar de ser uma pessoa temente a Deus. Ele pode usar também o desânimo, talvez fazendo com que você pense que não é uma pessoa suficientemente boa para agradar a Deus. (Provérbios 24:10) Quer Satanás aja como “leão que ruge”, quer finja ser “anjo de luz”, seu desafio ainda é o mesmo: ele diz que, se você enfrentar provações ou tentações, deixará de servir a Deus. Como encarar esse desafio e provar sua integridade a Deus, como Jó fez?

OBEDIÊNCIA AOS ENSINAMENTOS DE JEOVÁ
  Você poderá responder ao desafio de Satanás vivendo de um modo que agrade a Deus. O que envolve isso? A Bíblia responde: “Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de toda a tua força vital.” (Deuteronômio 6:5) À medida que seu amor a Deus aumentar, você desenvolverá um forte desejo de fazer o que ele requer de você. “O amor de Deus significa o seguinte”, escreveu o apóstolo João, “Porque nisto consiste o amor a Deus: em obedecer aos Seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. ”. — 1 João 5:3, Nova Versão Internacional.
  Quais são os mandamentos de Jeová? Alguns deles envolvem conduta que temos de evitar. Ali qui encontrará alistados vários exemplos de conduta que a Bíblia condena claramente. Num primeiro relance, algumas das práticas alistadas aqui talvez não pareçam ser tão más. Mas, depois de meditar nos textos citados, você provavelmente reconhecerá a sabedoria das leis de Jeová. Fazer mudanças no seu modo de vida talvez seja o maior desafio que você já enfrentou. No entanto, viver de um modo que agrade a Deus resulta em grande satisfação e felicidade. (Isaías 48:17, 18) E é algo que está ao seu alcance. Como sabemos disso?

NÃO PRATIQUE O QUE JEOVÁ ODEIA
  • Assassinato. — Êxodo 20:13; 21:22, 23.
  • Imoralidade sexual. — Levítico 20:10,13, 15, 16; Romanos 1:24, 26, 27, 32; 1 Coríntios 6:9, 10.
  • Espiritismo. — Deuteronômio 18:9-13; 1 Coríntios 10:21, 22; Gálatas 5:20, 21.
  • Idolatria. — 1 Coríntios 10:14.
  • Bebedeira. — 1 Coríntios 5:11.
  • Roubo, furto. — Levítico 6:2, 4; Efésios 4:28.
  • Mentira. — Provérbios 6:16, 19; Colossenses 3:9; Revelação 22:15.
  • Ganância. — 1 Coríntios 5:11.
  • Violência. — Salmo 11:5; Provérbios 22:24, 25; Malaquias 2:16; Gálatas 5:20.
  • Linguagem imprópria. — Levítico 19:16; Efésios 5:4; Colossenses 3:8.
  • Mau uso do sangue. — Gênesis 9:4; Atos 15:20, 28, 29.
  • Recusa de sustentar a família.— 1 Timóteo 5:8.
  • Participação em guerras ou em controvérsias políticas deste mundo. — Isaías 2:4; João 6:15; 17:16.
  • Uso de tabaco ou das chamadas drogas recreativas.— Marcos 15:23; 2 Coríntios 7:1.
  Jeová jamais pede de nós algo além de nossas possibilidades. (Deuteronômio 30:11-14) Ele conhece nosso potencial e nossas limitações melhor do que nós mesmos. (Salmo 103:14) Além disso, Jeová pode nos dar força para obedecê-lO. O apóstolo Paulo escreveu: “Deus é fiel, e Ele não deixará que sejais tentados além daquilo que podeis aguentar, mas, junto com a tentação, Ele proverá também a saída, a fim de que a possais aguentar.” (1 Coríntios 10:13) Para ajudá-lo a resistir, Jeová pode até mesmo dar-lhe “o poder além do normal”. (2 Coríntios 4:7) Depois de ter suportado muitas provações, Paulo podia dizer: “Tudo posso naquele que me fortalece.” — Filipenses 4:13.

DESENVOLVA QUALIDADES DIVINAS
  Naturalmente, agradar a Jeová envolve mais do que não praticar as coisas que Ele odeia. É preciso também amar o que Ele ama. (Romanos 12:9) Não se sente atraído àqueles que têm os mesmos conceitos, interesses e valores que você? O mesmo se dá com Jeová. Portanto, aprenda a amar as coisas que Ele tem em alta estima. Algumas delas são mencionadas no Salmo 15:1-5, onde lemos a respeito daqueles que Deus considera seus amigos. Os amigos de Jeová demonstram o que a Bíblia chama de “frutos do espírito”. Esses incluem qualidades como “amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, brandura, autodomínio”. — Gálatas 5:22, 23.
  Ler e estudar a Bíblia regularmente o ajudará a desenvolver qualidades divinas. E aprender o que Deus requer ajudará você a harmonizar seus pensamentos com o Seu modo de pensar. (Isaías 30:20, 21) Quanto mais fortalecer seu amor a Jeová, maior será seu desejo de viver de um modo que agrade a Ele.
  Exige esforço viver de um modo que agrade a Jeová. Segundo a Bíblia, fazer mudanças na vida significa ‘se revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do Seu Criador.’. (Colossenses 3:9, 10 - na íntegra) Mas o salmista escreveu a respeito dos mandamentos de Jeová: ‘Há grande recompensa em guardá-los.’ (Salmo 19:11) Você também verá que viver de um modo que agrade a Deus é muito gratificante. Fazendo isso, dará uma resposta ao desafio de Satanás e alegrará o coração de Jeová!

***

Fonte (do artigo): O Que A Bíblia Realmente Ensina?
Foto: Lightstock
© Temporada das Flores
Maira Gall