3/20/2014

A VERDADEIRA HISTÓRIA DA CRIAÇÃO


  Bilhões de pessoas já leram ou ouviram o que a Bíblia diz sobre o início do Universo. Esse relato, escrito há 3.500 anos, começa com uma frase bem conhecida: “No princípio, Deus criou os céus e a Terra.”
  Mas muitas pessoas desconhecem o fato de que os líderes da cristandade, incluindo os chamados criacionistas e fundamentalistas, distorceram o relato bíblico da criação. Isso resultou em diversas histórias fantasiosas, bem diferentes do que a Bíblia realmente diz. Essas interpretações distorcidas são contrárias às evidências científicas. Embora essas histórias não estejam na Bíblia, elas fizeram com que muitas pessoas considerassem o relato bíblico um mito.
  A verdadeira história da criação registrada na Bíblia é desconhecida por muitos. É uma pena, pois a Bíblia apresenta uma explicação lógica e confiável sobre o início do Universo. Além disso, essa explicação está de acordo com as descobertas científicas. Com certeza, você se surpreenderá ao descobrir a verdadeira história da criação contada pela Bíblia.

O CRIADOR QUE NÃO FOI CRIADO

O relato bíblico da criação se baseia no fato de que existe um Ser Supremo, Todo-Poderoso, que criou todas as coisas. Quem é Ele? Que tipo de pessoa Ele é? A Bíblia revela que Ele é bem diferente das deidades veneradas pela cultura popular e pelas principais religiões. Ele é O Criador de todas as coisas, mas a maioria das pessoas sabe muito pouco sobre Ele.
  • Deus é uma pessoa. Ele não é uma força sem personalidade, que vaga sem rumo pelo Universo. Ele pensa, tem sentimentos e tem objetivos.
  • Deus tem poder e sabedoria infinitos. Isso explica as estruturas complexas encontradas em toda a criação, principalmente nos seres vivos.
  • Deus criou toda a matéria física. Por isso, pode-se concluir que Ele não é formado por elementos físicos que Ele mesmo criou. Em vez disso, Ele é de natureza espiritual, ou imaterial.
  • A existência de Deus não é limitada pelo tempo. Ele sempre existiu e sempre existirá. Por isso, Ele não teve um criador.
  • Deus tem um nome, que aparece milhares de vezes na Bíblia. Esse nome é Jeová.
  • Jeová Deus ama as pessoas e se importa com elas.
QUANTO TEMPO DEUS LEVOU PARA CRIAR O UNIVERSO?

  A Bíblia declara que Deus criou “os céus e a Terra”. Essa declaração, apesar de abrangente, não entra em detalhes quanto ao tempo gasto na criação do Universo nem quanto aos métodos usados para formá-lo. E que dizer da bem conhecida crença dos criacionistas de que Deus criou o Universo em seis dias de 24 horas? Esse conceito, rejeitado pela maioria dos cientistas, é baseado num entendimento equivocado do relato bíblico. Analise o que a Bíblia realmente diz.
A Bíblia não apoia os fundamentalistas nem os criacionistas, que afirmam que cada dia criativo foi de 24 horas.
  • A Bíblia usa com frequência o termo “dia” para indicar diferentes períodos de tempo. Em alguns casos, a duração desses períodos não é especificada. O relato da criação contido no livro bíblico de Gênesis é um desses exemplos.
  • Pode ser que cada um dos seis dias criativos mencionados no relato bíblico tenha durado milhares de anos.
  • Antes do início do primeiro dia criativo, Deus já tinha criado o Universo, inclusive um planeta ainda sem vida, a Terra.
  • Tudo indica que os seis dias criativos foram longos períodos de tempo, durante os quais Jeová Deus preparou a Terra para ser habitada por humanos.
  • O relato bíblico da criação não contradiz as conclusões dos cientistas quanto à idade do Universo.

SERÁ QUE DEUS EM ALGUM MOMENTO USOU A EVOLUÇÃO?

  Muitas pessoas que não acreditam na Bíblia adotaram a teoria de que os seres vivos surgiram de substâncias químicas sem vida por meio de processos desconhecidos e acidentais. Supõe-se que, em algum momento, surgiu um organismo, semelhante a uma bactéria, que se reproduzia sozinho e que aos poucos deu origem a todas as espécies que existem hoje. Em resumo, isso significaria que o incrivelmente complexo ser humano evoluiu de uma bactéria.
  A teoria da evolução também é adotada por muitos que dizem aceitar a Bíblia como a palavra de Deus. Eles acreditam que foi Deus quem fez surgir a vida na Terra e que depois Ele simplesmente supervisionou, e talvez até tenha conduzido, o processo da evolução. Mas isso não é o que a Bíblia diz.
  • De acordo com a Bíblia, Jeová Deus criou todas as categorias básicas de animais e plantas. A Bíblia também diz que Ele criou um homem e uma mulher perfeitos, que eram capazes de amar, de ser justos, sábios e autoconscientes.
  • As categorias de animais e plantas que Deus criou sofreram variações ao longo do tempo. Essas variações resultaram nas espécies conhecidas atualmente, que, em muitos casos, são bem diferentes umas das outras, mas continuam pertencendo às suas categorias.
  • O relato bíblico da criação não contradiz o que a ciência descobriu a respeito das variações que ocorrem dentro de uma categoria
A CRIAÇÃO REVELA A EXISTÊNCIA DE UM CRIADOR

  Em meados do século 19, o biólogo britânico Alfred Russel Wallace chegou à mesma conclusão que Charles Darwin — de que a evolução teria acontecido por meio da seleção natural. Mas dizem que esse renomado evolucionista comentou: “Para os que têm olhos que enxergam e que têm mente acostumada a raciocinar, nas minúsculas células, no sangue, na Terra inteira e em todo o Universo [...], existe uma orientação inteligente e consciente; em resumo, existe uma Mente.”
  Quase 2 mil anos antes de Wallace ter dito isso, a Bíblia já havia declarado: “Desde que Deus criou o mundo, as Suas qualidades invisíveis, isto é, o Seu poder eterno e a Sua natureza divina, têm sido vistas claramente. Os seres humanos podem ver tudo isso nas coisas que Deus tem feito e, portanto, eles não têm desculpa nenhuma.” (Romanos 1:20, Nova Tradução na Linguagem de Hoje) Que tal tirar um tempo de vez em quando para meditar sobre as maravilhosas complexidades encontradas na natureza — desde uma simples folha de grama até os incontáveis corpos celestes? Por analisar a criação, você pode perceber que existe um Criador.
  Talvez você se pergunte: ‘Mas se existe um Deus amoroso que criou todas as coisas, por que Ele permite o sofrimento? Será que Ele abandonou Sua criação terrestre? Como será o futuro?’ A Bíblia contém muitas outras verdades desconhecidas pela maioria das pessoas — verdades que foram soterradas por ideias humanas e interesses religiosos.

A LINHA DO TEMPO DA CRIAÇÃO

O INÍCIO - Os céus literais e a Terra são criados. — Gênesis 1:1.

A ESCURIDÃO - A Terra está vazia e escura. — Gênesis 1:2.

PRIMEIRO DIA - A luz começa a passar pela atmosfera da Terra. Se houvesse um observador na superfície, ele não saberia de onde vem essa luz. Mesmo assim, já é possível perceber a diferença entre o dia e a noite. — Gênesis 1:3-5.

SEGUNDO DIA - A Terra é coberta com água e um espesso manto de vapor. Esse manto é separado da superfície aquática, dando origem a um espaço entre eles. A Bíblia descreve esse espaço como uma “expansão entre as águas” e o chama de “Céu”. — Gênesis 1:6-8.

TERCEIRO DIA - As águas da superfície baixam, e o solo seco aparece. A atmosfera fica límpida o suficiente para permitir que o solo receba mais luz do Sol. A vegetação começa a aparecer, e novas espécies de plantas brotam neste e nos demais dias criativos. — Gênesis 1:9-13.

QUARTO DIA - O Sol e a Lua já podem ser vistos da superfície da Terra. — Gênesis 1:14-19.

QUINTO DIA - Deus cria as muitas criaturas marinhas e voadoras, capazes de se reproduzir “segundo as suas espécies”. — Gênesis 1:20-23.

SEXTO DIA - Os animais terrestres são criados, tanto grandes como pequenos. O sexto dia termina com a obra-prima da criação física de Deus: o primeiro casal humano. — Gênesis 1:24-31.

***

Fonte (artigo e ilustrações): Revista Despertai! | Foto: Stefan Holm
© Temporada das Flores
Maira Gall