10/29/2013

A ORIGEM DO HALLOWEEN

Irina Kusnetsova
  Onde você mora, as pessoas comemoram o Halloween (Dia das Bruxas)? Nos Estados Unidos e Canadá, o Halloween é bem conhecido e é celebrado no dia 31 de outubro. Mas os costumes do Halloween podem ser encontrados em muitos países. Em alguns lugares existem festas com nomes diferentes, mas com aspectos semelhantes: contato com espíritos dos mortos, fadas, bruxas e até mesmo o Diabo e anjos demoníacos.

DIAS FESTIVOS PARECIDOS AO HALLOWEEN

  O Halloween é geralmente considerado um evento tradicional americano. Mas também tem se tornado popular em muitas partes do mundo. Além disso, existem outros dias festivos que são parecidos ao Halloween porque também comemoram a existência de criaturas espirituais e o que elas fazem.

Veja abaixo alguns exemplos desses dias festivos.
  • América do Norte - Dia dos Mortos
  • América do Sul - Kawsasqanchis
  • Europa - Dia dos Mortos e variações do Halloween
  • África - Dança dos Egunguns
  • Ásia - Festival Obon
  Você talvez não acredite em espíritos sobrenaturais. Pode ser que ache o Halloween e festividades parecidas uma forma de se divertir e estimular a (a sua)  imaginação (ou) de seus filhos. Mas muitas pessoas consideram essas celebrações perigosas pelos seguintes motivos:
  A Encyclopedia of American Folklore (Enciclopédia do Folclore Americano) explica: “O Halloween está basicamente relacionado ao contato com forças espirituais que na sua maioria ameaçam e aterrorizam.” 
  Apesar de o Halloween ser considerado uma festa principalmente americana, a cada ano aumenta o número de pessoas e países que passam a comemorá-lo. Mas a maioria das pessoas desconhece a origem pagã dos símbolos, costumes e decorações do Halloween, que muitas vezes estão relacionados a seres sobrenaturais e forças ocultas.
  
ONDE TUDO COMEÇOU? Saiba a origem dos costumes e símbolos do Halloween

  • VAMPIROS, LOBISOMENS, BRUXAS E ZUMBIS: Já por muito tempo, essas criaturas têm sido relacionadas ao mundo espiritual maligno.
  • DOCES: Os antigos celtas tentavam apaziguar os espíritos maus com doces. A Igreja mais tarde incentivou seus membros a irem de casa em casa na véspera do Dia de Todos os Santos pedindo alimentos em troca de uma oração pelos mortos. Esse costume passou a ser conhecido como “doces ou travessuras” do dia de Halloween.
  • FANTASIAS: Os celtas usavam máscaras assustadoras para que os espíritos maus os confundissem com outros espíritos e não os incomodassem. A Igreja aos poucos misturou costumes pagãos com as comemorações do Dia de Finados e do Dia de Todos os Santos. Mais tarde, as pessoas passaram a ir de casa em casa fantasiadas de santos, anjos e demônios.
  • ABÓBORAS: Velas eram acesas dentro de nabos esculpidos para afastar os espíritos maus. Algumas pessoas achavam que a vela dentro de um nabo representava uma alma presa no purgatório. Mais tarde, os nabos foram substituídos por abóboras.
  Milhares de seguidores da religião wicca, que praticam antigos rituais celtas, ainda chamam o Halloween por seu antigo nome Samhain e o consideram a noite mais sagrada do ano. Ao citar um bruxo, o jornal USA Today escreveu: “Os cristãos ‘não se dão conta disso, mas estão celebrando o nosso feriado junto conosco. [...] Achamos isso muito bom.’”
“Os cristãos ‘não se dão conta disso, mas estão celebrando o nosso feriado junto conosco. [...] Achamos isso muito bom.’”
  Milhares de pessoas se mudam da Irlanda para os Estados Unidos levando os costumes do Halloween, que com o tempo se fundiram com outros costumes parecidos de imigrantes da Grã-Bretanha, Alemanha, África e outras partes do mundo.

LINHA DO TEMPO

Quinto Século AEC: Os celtas celebram o Samhain, festividade que acontecia no fim de outubro, quando, segundo eles, fantasmas e demônios vagavam pela Terra mais do que nos outros dias.

Primeiro Século EC: Os romanos conquistam os celtas e adotam rituais espíritas da festividade do Samhain.

Sétimo Século EC: É instituída, supostamente pelo Papa Bonifácio IV, a celebração anual do Dia de Todos os Santos em honra aos mártires.

Século Onze EC: O dia 2 de novembro é escolhido como Dia de Finados para celebrar os mortos.

Século Dezoito EC: O nome da festa Hallowe’en passa a ser grafado Halloween.

Século Dezenove EC: Milhares de pessoas se mudam da Irlanda para os Estados Unidos levando os costumes do Halloween, que com o tempo se fundiram com outros costumes parecidos de imigrantes da Grã-Bretanha, Alemanha, África e outras partes do mundo.

Século Vinte EC: O Halloween se transforma num evento nacional popular nos Estados Unidos.

Século Vinte e Um EC: No mundo todo, o comércio de itens relacionados ao Halloween se transforma numa indústria multibilionária.

  Celebrações como o Halloween estão em conflito com os ensinamentos da Bíblia. Ela alerta: “Não permitam que se ache alguém entre vocês que [...] pratique adivinhação, ou se dedique à magia, ou faça presságios, ou pratique feitiçaria ou faça encantamentos; que seja médium, consulte os espíritos ou consulte os mortos.” — Deuteronômio 18:10, 11, Nova Versão Internacional; veja também Levítico 19:31; Gálatas 5:19-21.
  Em vista disso, é bom saber mais sobre a origem sinistra do Halloween e de celebrações parecidas. Assim como outras pessoas, você talvez também decida não participar dessas festas.

***

Fonte: JW.ORG
© Temporada das Flores
Maira Gall