11/22/2012

ANTES SÓ QUE MAL ACOMPANHADOS

Foto via We Heart It
  Talvez você levou um susto com o título desse post, mas calma! Eu explico [...]. A ideia de escrever com esse tema surgiu há alguns dias, enquanto eu estava trabalhando.
  Uma aluna me perguntou: "- Profêee!!!! Você tem namorado?" 
  Respondi: "-Não, não tenho."
  "- Mas você está de rolo com alguém? Você já namorou?"
  (Nessa hora pensei comigo: senta, que lá vem história!)
  Parei a aula para resumir um pouco do que eu já havia passado. Contei que há dois anos terminei um namoro, mas que tinha sido uma experiência ruim.
  Falei há dois anos que eu não namorava, que há quase três anos que eu não beijava.
  Nem preciso falar que eles ficaram de queixo caído né?! 
  Expliquei no que eu acreditava, falei um pouco sobre Deus, sobre a forma como Ele trabalha na minha vida. E olhei pra eles e falei: "- Bom, eu não tenho vergonha de falar isso pra vocês, mas eu sou virgem e quero casar virgem!"
  Foi lindo ver algumas das minhas alunas gritando: eu também! Eu quero ser assim! Quero casar virgem!
  Falei da minha decisão de não me envolver com ninguém, se não fosse com o objetivo de casar.
  Até que um dos meninos fala: "- Mas prof, não é melhor ficar com alguém, sei lá, pra não ficar sozinha?"
  Foi ai que eu respondi: "- Olha, eu sou da opinião de que “antes só do que mal acompanhada.” 
  Claro que eu quero namorar, mas se não for algo verdadeiro, não vale a pena. Não quero estar com alguém só por carência. E esse, é um dos piores erros que as pessoas cometem, quando começam a namorar. Porque querem alguém para sair da solidão, alguém que lhe dê atenção, carinho… Eu poderia estar namorando se eu quisesse, poderia “pegar” o primeiro que aparece na minha frente, e chamá-lo de namorado, mas isso seria amor? Eu poderia ficar com alguém de vez em quando, para suprir minha carência, mas isso me faria bem? Eu não quero entregar meu coração para alguém, que vai machucá-lo. Eu escolhi não estar namorando nesse momento, porque não quero namorar “o cara errado”.
  Falei mais ou menos isso aos meus alunos, explicando a minha decisão de esperar pelo tempo de Deus. Falei que posso fazer as coisas no meu tempo, ou ficar tranquila e deixar que Deus faça as coisas no tempo dEle.
  Por isso eu digo “antes só do que mal acompanhada”.
  Tá Pati, mas e o que eu tenho a ver com isso?
  Se você me perguntar isso, eu vou te responder: Você tem tudo a ver com isso!
  Porque, se você é solteiro (a), eu te pergunto: como você tem se comportado em relação a essa situação?
  Confesso que por muito tempo reclamei com Deus pelo fato de estar solteira.
  “- Ah, Deus, tô tão sozinha!”
  “- Eu quero um namorado!”
  “- Todas as minhas amigas tão namorando, casando, e eu aqui sozinha!”
  Blá, blá blá.

  Foi aí que Deus me disse:
  "- É preferível que você esteja sozinha, do que com um cara que não vale nada… E aliás dona Patrícia, você não está sozinha nada, EU estou com você!"

  Deus nos consola em todas as formas. Inclusive, preenchendo esse vazio em relação ao fato de estar solteiro. Se você ainda está solteiro ou solteira, lembre-se disso: esse é o tempo que Deus está moldando você e ele (a). Se vocês não se encontraram ainda, é porque não é o tempo de Deus. Talvez vocês ainda precisam resolver coisas da sua própria vida com Deus.
  Ou você prefere ficar com um sapo só por carência? Que situação hein?
  Eu escolhi estar sozinha. Prefiro estar sozinha do que mal acompanhada.
  Outra coisa que nós, meninas precisamos fazer: ESPERAR.
  Temos invertido esses papéis dentro das igrejas. Tenho visto muita menina procurando e muito homem esperando.
  OK, eu tenho minha parcela de culpa, admito. Já fiz isso também. Mas estou mudando minhas atitudes em relação a isso. Todos precisamos mudar nossas atitudes. Tanto homens quanto mulheres.
  Mulheres não devem estar com um sapo só por desespero. Assim como homens não devem estar com uma “sapa” só para suprir suas carências. Homens devem procurar mulheres que realmente são segundo o coração de Deus, e as mulheres devem esperar.
  Nós meninas, acreditamos sim em príncipes, não encantados, mas em príncipes mesmo… Afinal, vocês não são filhos do Rei, não são?
  Terminando com as palavras da Sarah Sheeva: “Meninas, se comportem como princesas e não como mendigas!” E eu acrescento: Meninos, se comportem como príncipes e não como sapos, please! Mas eu espero que você prefira e escolha estar "só do que mal acompanhado (a)".
  A decisão é sua! Ninguém pode escolher isso por você!

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall