2/29/2012

GUINÉ-BISSAU



Menos de 10% da população de Guiné-Bissau é cristã. Em alguns lugares as igrejas são divididas por etnias diferentes e não fazem muitos trabalhos conjuntos, contudo há também lugares em que as igrejas de diferentes denominações são mais unidas. As igrejas em Guiné-Bissau normalmente precisam de muita ajuda financeira e principalmente de obreiros. Todo o trabalho social que as igrejas fazem ainda é pouquíssimo, comparado à necessidade existente no país. A maioria das igrejas são lideradas por estrangeiros, quase sempre brasileiros. Isso é tão forte lá que existem alguns lugares onde ainda que existam guineenses cristãos, não podem manter uma igreja sozinhos, pois sentem que precisam de um estrangeiro para liderá-los. Normalmente, os mesmo missionários que lideram as igrejas também tem projetos ligados a educação e a saúde. A igreja de Guiné-Bissau ainda é muito pequena, mas tem crescido ano após ano.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall