1/01/2012

ANO NOVO (PÃO DIÁRIO - 1° DE JANEIRO)




“Há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu.” (Eclesiastes 3.1)

Cada um tem seu jeito de receber o ano novo. Uns preferem fogos de artifício; outros ficam em casa, outros vão à rua, à praia ou às montanhas. O ano é o mesmo para todos, mas nós temos apenas uma única vida para viver. Cumpre a cada um enxergar a sua missão aqui na terra. Uns se tornam extraordinários, outros se tornam comuns e outros, ainda, são lembrados por atos que macularam sua imagem. A virada de um ano para outro não é só de festa, de celebração. É oportunidade de reflexão, de avaliação. É preciso mudar os velhos hábitos, aquilo que não dá sucesso; a preguiça, o pensamento negativo, a falta de objetivos. Cada ano que vivemos não volta nunca mais. O tempo de plantar, colher, ajudar, cooperar, de fazer o mundo melhor, é o hoje. Não o ontem, nem o amanhã. Todavia, ouvimos a toda hora a tão batida frase “feliz ano novo!”. É claro que isso é apenas um desejo. No entanto, além de desejar, é preciso fazer algo para que o mundo seja de fato melhor. Cabe a cada um oferecer o melhor de si a Deus, ao próximo e a si mesmo. Nada cai pronto do céu. Alguém já disse que a única coisa que foi de graça foi o maná do deserto, mas este já acabou. É preciso ir atrás. É preciso criar, trabalhar, produzir. Não basta termos boas intenções para termos um feliz ano novo. De boas intenções o inferno está cheio, diz o ditado popular. Pense na grandeza do seu Deus. Ele é infinitamente grande e bom. Ele pôde realizar suas obras em sete dias. Você terá 365 dias para conquistar os seus alvos e objetivos na escola, na faculdade, na família, no relacionamento conjugal ou com seus amigos, no trabalho, na comunhão com Deus, na busca da paz, na preservação da sua saúde. Conquiste em primeiro lugar a amizade de Deus, pois com Ele à frente, toda a batalha que vier será vencida. “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhe serão acrescentadas” (Mateus 6.33).

(Pão Diário - Janeiro | 15 | Dezembro - RTM)


Nenhum comentário

Postar um comentário

© Temporada das Flores
Maira Gall