9/27/2016

TRÊS SITES + UM APP DE COMPOSIÇÕES DE CORES PARA TE AJUDAR


Sempre que desenvolvo algum projeto artístico, sinto a necessidade de ter uma cartela de cores pré-definida para me nortear e me dar uma pré-visualização mental do escopo. Não sou a melhor pessoa para dissertar sobre cores, é algo que eu ainda preciso estudar direitinho e aprender como funciona (para quem chegou aqui agora: sou ilustradora de todo coração/autodidata e nunca estudei ou fiz cursos relacionados a arte/ilustração). 

Desde 2012, venho fazendo uso de três sites (+ um app que foi lançado este ano e, desde então, não desgrudo mais) que me ajudam bastante neste quesito de composições, já que meu dedo ainda não foi educado para tal coisa. Por funcionarem tão bem comigo, resolvi compartilhar contigo.

9/07/2016

DESCULPA PELO HIATO


Desculpa pelo hiato. Os últimos meses foram atemporais e, por isso, o blog ficou um pouco desatualizado. Precisei dar uma pausa por aqui para focar no meu tcc, desenvolver uma coleção e ilustrar meu quarto livro (uau!). Estou a todo vapor e adoraria compartilhar contigo cada detalhe do que está acontecendo do lado de cá.

O tema


Nem acredito que falta menos de um mês para eu ser considerada, oficialmente, uma pedagoga. No início do mês passado, terminei meu artigo e não poderia escolher outro tema que não fosse sobre as contribuições de Maria Montessori para as práticas pedagógicas na Educação Infantil. Sou completamente apaixonada por essa mulher e todos, completamente todos, deveriam pesquisar e estudar a vida e o legado dela. Não importa se você não tem nenhum interesse em pedagogia, não é esta a questão. Montessori vai além disso. 

8/27/2016

UMA FLOR


Qual a sua herança para o mundo? O que você fez hoje poderá deixar, amanhã, a vida de alguém plena? Lá na frente, as pessoas lembrarão das suas atitudes como arredias, mesquinhas, corajosas ou verdadeiras? Ninguém é perfeito, paciência. Estamos desbravando novos horizontes, gostando e desgostando de coisas, caindo e levantando, o tempo todo. É um ciclo. Subir e descer escadas freneticamente ou ir em um brinquedo maluco dos parques de diversões. O negócio é que ser quem a gente é de verdade não é nada fácil e só de pensar em deixar um legado para o mundo, as pernas tremem. 

Eu não sei você, mas constantemente tenho lido, no feed do Facebook, sobre regras que a gente precisa (?) seguir para não ser mal visto pelos outros, principalmente quando o assunto é postar ou não algo na Internet. É como se as pessoas criassem mandamentos, com base na suas próprias vivências, e acreditassem piamente que todo e qualquer sujeito tenha a obrigação de se submeter a eles, caso contrário, ele não se encaixa e, consequentemente, vem a ser um marginal (fora da margem). 

8/09/2016

PEQUENAS DOSES DE BONITEZAS


Coma

Sabe aquele legume que você bate o pé e diz, aos quatro ventos, que detesta? Pois é, eu também tenho o meu. Não consigo (ou não conseguia) gostar de abóbora. Ontem, dei uma chance para ela e até consegui comer sem fazer cerimônias. Também detestava paçoca, achava que o combo doce + salgado não ornavam muito bem e, olha... Eu comi uma hoje e reconsiderei minha opinião. Às vezes, a guerra está feita dentro da cabeça da gente. Tente mudar alguns hábitos e descobrir coisas novas. Abóbora e paçoca nem são tão ruins assim, constatei.

Beba

Depois que a Melissa Ery postou algumas receitas de água saborizada e eu experimentei aqui em casa, sempre que penso em feira, já imagino quais frutas poderei usar para preparar a bebidinha 100% natural e saudável. Ótima dica para dias quentes. Baby, você precisa ficar hidratado(a). Clique aqui para conferir o post da Mel.

8/07/2016

SETE COISAS ALEATÓRIAS QUE ME INSPIRARAM


1. Esse DIY maravilhoso, do blog The Merrythought, que já quero reproduzir.
2. O que dizer sobre esses adoráveis potinhos de sorvete altamente fotogênicos? Só sei sentir.
3. Sou viciada em sandals, elas combinam com o clima tropical da Bahia e são ultra versáteis. Simplesmente amei essas e o detalhe trançado deu ainda mais um charme.
4. Essa cor tropical que cai bem desde numa geladeira até numa porta.
© Temporada das Flores
Maira Gall